quinta-feira, 9 de maio de 2013

Notícias sobre o concurso do IBGE


Além das 440 vagas para efetivos, oferta de 950 para temporários

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) vai abrir em breve concursos para contratação de servidores efetivos (além desta seleção, haverá em breve processo seletivo para 950 agentes de pesquisa de saúde, cargo de nível médio, inédito na instituição. Leia a matéria AQUI). Serão 440 vagas em cargos dos níveis médio e superior. As oportunidades irão contemplar todos os estados, devendo o Rio de Janeiro receber o maior quantitativo de vagas por abrigar a sede e a Escola Nacional de Ciências Estatísticas (Ence), vinculada ao instituto. Quem tem o nível médio poderá concorrer a 300 vagas de técnico em informações geográficas e estatísticas, cuja remuneração inicial é de R$3.186,10. Graduados em diversas carreiras terão 140 vagas, sendo 20 para pesquisador em informações geográficas e estatísticas, 60 para tecnologistas em informações geográficas e estatísticas e 60 para analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatísticas.
 
Nesses casos, os ganhos são de R$6.728,60 para analista e tecnologista (podendo chegar a R$7.085,33 com aperfeiçoamento, R$7.442,06 com mestrado e R$8.303,24 com doutorado) e de R$7.420,38 para pesquisador (alcançando R$7.832,40 com aperfeiçoamento, R$8.606,26 com mestrado e R$9.280,45 com doutorado). Todos os valores já incluem o auxílio-refeição de R$373. O IBGE ainda está analisando as necessidades de profissionais em seus setores para definir os perfis de graduados que serão selecionados. O número de vagas para cada estado também não foi decidido, o que não deve demorar a acontecer, já que essa indefinição emperra a publicação do edital para a escolha da organizadora, que será feita por pregão eletrônico ou tomada de preços.De acordo com a Assessoria de Imprensa, apesar de o IBGE ter até 24 de outubro para publicar o edital, conforme autorização do Ministério do Planejamento, o documento deverá sair o quanto antes.
 
A estrutura do concurso deverá ser similar à das seleções anteriores, ocorridas em 2006 para técnico e 2009 para analista e tecnologista, ambas organizadas pela Fundação Cesgranrio.  O candidatos a técnicos fizeram provas objetivas com 15 questões de Língua Portuguesa, 15 de Raciocínio Lógico, dez de Conhecimentos Gerais, dez de Geografia e dez de Noções de Informática. Já para analistas e tecnologistas foram cobradas provas objetivas e de títulos, com exames discursivos para a área de Análise de Sistema/Desenvolvimento de Aplicações e de Jornalismo; e prova prática para as áreas de Produção Gráfica/Editorial e de Programação Visual. Leia também 'Sindicato defende mais vagas. 35% dos 6 mil servidores vão se aposentar até 2015', clicando AQUI.
 

Técnico do IBGE: veja programa anterior
Para orientação dos futuros candidatos a técnico do IBGE, cargo que exige o nível médio e tem remuneração inicial de R$3.186, FOLHA DIRIGIDA publica abaixo o programa do último concurso, realizado em 2006, que serve como orientação para o estudo:

Língua Portuguesa: Compreensão e interpretação de texto; A organização textual dos vários modos de organização discursiva; Coerência e coesão; Ortografia; Classe, estrutura, formação e significação de vocábulos; Derivação e composição; A oração e seus termos; A estruturação do período; As classes de palavras: aspectos morfológicos, sintáticos e estilísticos; Linguagem figurada; Pontuação.

Raciocínio Lógico: Avaliação da habilidade do candidato em entender a estrutura lógica de relações entre pessoas, lugares, coisas ou eventos, deduzir novas informações e avaliar as condições usadas para estabelecer a estrutura daquelas relações. As questões das provas poderão tratar das seguintes áreas: estruturas lógicas; lógica de argumentação; diagramas lógicos; aritmética, álgebra e geometria básica.

Conhecimentos Gerais: Elementos de política brasileira. Cultura e sociedade brasileira: música, literatura, artes, arquitetura, rádio, cinema, teatro, jornais, revistas e televisão. História do Brasil. Descobertas e inovações científicas na atualidade e seus impactos na sociedade contemporânea. Meio ambiente e sociedade: problemas, políticas públicas, organizações não governamentais, aspectos locais e aspectos globais. Panorama da economia nacional. O cotidiano brasileiro.

Geografia: Noções básicas de cartografia: Orientação: pontos cardeais; Localização: coordenadas geográficas (latitude e longitude); Representação: leitura, escala, legendas e convenções. Natureza e meio ambiente no Brasil: Grandes domínios climáticos; Ecossistemas. As atividades econômicas e a organização do espaço: Espaço agrário: modernização e conflitos; Espaço urbano: atividades econômicas, emprego e pobreza; A rede urbana e as Regiões Metropolitanas. Formação Territorial e Divisão Político-Administrativa: Divisão Político-Administrativa; Organização federativa.

Noções de Informática: Correio Eletrônico (mensagens, anexação de arquivos, cópias). Periféricos. Componentes. Estruturação de diretórios, subdiretórios e arquivos. Windows 98 e Windows Explorer.


Fonte: Folha Dirigida

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...